sábado, 21 de abril de 2018

canja










faço-te a canja das avós judias. queres? 
ela quis. então coloco numa panela pedaços de talos de aipo, de cenoura, de cebola e dentes de alhos, cortados, louro, salsa e um frango do campo inteiro (coitado do frango). cubro com água fria, e fica a ferver lentamente durante cerca de seis horas. depois tiro o frango, que sai praticamente inteiro, e coo o caldo. há quem não aproveite o frango, mas eu desfaço-o em lascas e uso na canja ou noutros pratos. quando fria, a canja fica gelatina. as avós curavam as constipações, gripes e outras maleitas dos netos com esta canja.
todas as semanas uma canja, para ela.
[Ana, faz-te bem. come-a quente.]













6 comentários:

  1. Tu mexes com todas as minhas fibras Ana.
    Obrigada do coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E deves ser uma mulher de fibra :)
      Não há nada a agradecer :)

      Eliminar
  2. Uma canja aquece o coração e a alma... quentinha e quase só água. :)
    (Estava capaz de comer uma.)

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. esta é remédio para tudo. não tens de gostar.

      Eliminar