domingo, 15 de janeiro de 2017

motor























foi depois da sensação de que o peito lhe implodia, enquanto tomava o pequeno almoço, que pensa ter engolido um motor desafinado que ficou a burburinhar dentro dela. deve tê-lo ingerido nalguma colherada. 
todo o santo dia, e já é noite preta, aquilo se espalhou pelas entranhas, fazendo com que o corpo vibrasse, todo, todinho, provocando que alguns órgãos desalinhassem, e mesmo na pele, lhe cresce um formigueiro, como se a percorresse uma escova de arame fininho.












12 comentários:

  1. nã... mas se fores ao banho, leva-me contigo

    ResponderEliminar
  2. estava a pensar em algo mais pequeno, tipo numa banheira :)

    ResponderEliminar
  3. eu levo a água do mar para a banheira. pode ser?

    ResponderEliminar
  4. http://3.bp.blogspot.com/-ozmFniyQJEM/T_PXJrpbmeI/AAAAAAAAEY0/-rP-S_jEa5Y/s1600/escafandro.jpg

    ResponderEliminar
  5. https://www.flickr.com/photos/arthur_daraujo/3637090958/

    ResponderEliminar
  6. ehehehehehe, quase que mandei essa em versão foto...

    ResponderEliminar