segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

hoje





















hoje o dia amanheceu assim (e eu gosto tanto quando o rio toma-se das cores do céu).
hoje os Sioux, e o mundo (e eu, muito), festejam uma decisão histórica.
hoje é o dia mundial do voluntariado.
hoje fiz com que algumas pessoas rissem.
hoje partilhei uma clementina e dê por onde der, vou sempre parar aí.










17 comentários:

  1. Fazer rir alguém é empreitada só para quem acredita que o sol de manhã não nasce só para si.

    ResponderEliminar
  2. ah...mas eu acredito que só eu o vejo da forma que vejo...pois...presunção e água benta.

    ResponderEliminar
  3. Isso é a versão de fora para dentro. Depois há a versão em que o sol toma as cores do rio, que é a versão de dentro para fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E guarda-as para fingir que são suas, no final do dia.

      Eliminar
  4. Então, amanhã podemos contar com um magnifico dia de sol? :)

    ResponderEliminar
  5. Um dia bom, portanto, ana.

    Gosto da foto. :)

    Boa semana. Bj

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. Tenho nasceres para todos os gostos, da minha varanda, conta corrente :)

      Eliminar
  7. além de estrelares o céu, és portadora das boas notícias e distribuidora de clementinas... podíamos abrir um negócio :)

    ResponderEliminar
  8. eu alimento as aves e posso fazer café... ler em voz alta, também sei desenhar polvos, nã sei se já disse...

    ResponderEliminar
  9. eu preciso de alguém para costurar buracos azuis no céu, pintar nuvens de cor-de-rosa, arrumar as compras do super-mercado e limpar porcaria de pardais.
    claro que dou preferência a quem lê em voz alta, sobretudo ao anoitecer, e que desenhe polvos fofinhos.
    como retribuição, posso polir a tua caveira, cantar mal para tu te rires, cozer o fundo dos teus bolsos, e à noite esmiuçar o dia para encontrar coisas boas e colá-las na tua memória, para que tu tenhas sempre razões para escrever, e se uma vez ou outra quiseres escrever coisas tristes e feias, eu também vou gostar, porque é vida e és tu.
    claro que te vou explorar indecentemente. vais ter trabalho escravo.

    ResponderEliminar
  10. nunca pintei nuvens de rosa, nem sei se tenho isso lá por entre os cinzentos e chumbos... arrumar compras sou um primor, limpar cocó de pássaro nem por isso :) mas posso fazer chuva, granizo se for preciso.
    Agrada-me o polimento e quem cante pior do que eu, esmiuçar o dia parece-me perfeito, hoje nã precisas de ir mais longe, é mesmo este o melhor momento.

    ResponderEliminar
  11. Eu tenho nuvens cor de rosa verdadeiras. Amanhã mostro-te. Já estou deitada...

    ResponderEliminar
  12. e eu vou dormir e esperar nã sonhar com papagaios e araras, e camisolas encharcadas...

    ResponderEliminar