sábado, 6 de agosto de 2016

sábado












os pardais estão habituados a encontrar aqui alimento, e vêm. os filhos estão habituados a encontrar aqui tudo, e vêm. a mãe está habituada a encontrar aqui companhia, e vem. as amigas estão habituadas a encontrar aqui ouvidos, e vêm. o homem está habituado a encontrar aqui apoio, e vem. as outras estão habituadas a encontrar aqui conselhos, e vêm. 
trago no peito uma insuficiência. de mim.


(vou procurar-me)
  














7 comentários:

  1. Quando te encontrares, avisa-me, por favor, talvez assim me possas explicar os caminhos que percorreste. É que sofro dessa insuficiência. :)

    ResponderEliminar
  2. quando me encontro, desencontro-me logo a seguir. não sei quanto tempo seguido tenho que me achar encontrada sem me desencontrar para considerar que me encontrei...

    ResponderEliminar
  3. ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    olha, deixo beijos (e corações). porque também procuro respostas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia encontrar-nos-emos e seremos respostas, uns para os outros:)
      Bom domingo, flor.
      Gosto quando tu és tu, cinza, sol, chuva ou azul. Tu.

      Eliminar
  4. Ombro que se oferece, mas a quem não dão abrigo... Cansa!

    Beijos, ana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maa liberta, Maria.
      Beijo :)

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar