sábado, 9 de julho de 2016

agora


























o meu modo de descansar é este [e lamento se não me faltas], sentada aqui, olho em frente. se o vento sopra de sul, as folhas das árvores mostram-se verdes, se o vento sopra de norte, as folhas das árvores são prateadas. a acompanhar-me, está o silêncio.

há dias vi no facebook fotos de casais de férias por todo o lado, sorridentes, felizes, pés aos pares duplos com o mar ao fundo, caras sorridentes com a serra pelas costas, copos de sangria aos pares em esplanadas na praia. questionei-me nesse dia, se estivesses aqui, se estivesses comigo, se também nós postariamos no nosso mural, os nossos rostos sorridentes com o mar ao fundo, os nossos dois pares de pés pousados numa cadeira, com a serra em frente, ou os nossos copos de sangria ou cerveja fresca numa qualquer esplanada. 

aqui, agora, sozinha, não estou a sorrir mas estou em paz. na verdade não te sinto a falta, e as árvores, que ao sabor do vento, ora são verdes, ora são prateadas, bastam-me. agora [ainda por cima o vento uiva e fala no marulhar das folhas].

fui aparelhada, como diz o poeta, para gostar de silêncios.















11 comentários:

  1. Quando estamos bem gostamos do silêncio, é tranquilizador. Apaziguador. Neste momento só ouço os pássaros e as teclas do computador :)

    bom domingo ana :)

    ResponderEliminar
  2. neste momento, eu também :)
    bom domingo, vizinha
    beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ontem encontrei em cedofeita um sítio que faz uma sangria maravilhosa :) palpita-me que te ia agradar :)

      Beijoquinha e bons silêncios :)

      Eliminar
    2. E tinha sardinhas enlatadas?

      Eliminar
  3. madrugadoras, usurpadoras do pão dos pássaros :)

    às vezes invejo os emparelhados, muitas vezes, mas gosto da minha companhia, se calhar com tendência a gostar cada vez mais... é preciso nã gostar de mais, penso, deixar espaço para que outros gostem também e possam entrar e sair quando é preciso...

    ResponderEliminar
  4. Tens razão Manuel. Se gostares demais ficas com a mesma doença de pele que eu tenho...e com as mãos a cheirar a cebola ao domingo de manhã...

    ResponderEliminar
  5. Estou como o Manel: por vezes, também sinto inveja dos "emparelhados", mas, cada vez mais, gosto da minha companhia, da liberdade que a solidão me dá e dos silêncios.

    Há muitos "emparelhados" que vivem a felicidade apenas no Facebook.

    Bom domingo,ana. :) Beijo

    ResponderEliminar
  6. é verdade, deep... há muitos que são só para inglês ver...mas agora com o brexit os resultados serão outros ...

    bom domingo aí na canícula :)
    beijo

    ResponderEliminar
  7. tinha sardinhas :)

    mas comi uma beringela gratinada com tomate e parmesão que estava uma delicia :)

    ResponderEliminar
  8. se comesses sardinhas, elas nadavam, assim ficaste com tudo a boiar na sangria...:)

    ResponderEliminar