terça-feira, 12 de setembro de 2017

no inicio do ano lectivo, este post é sobre um rapaz que não nasceu de mim










   lembro-me que a minha amiga contava-me que um dos seus filhos pedia-lhe que o castigasse - mãe, castiga-me. eu preciso. senão eu não consigo - maria, pode bem ser o nome da minha amiga, olhava para o filho e revia a sua juventude nele, a ânsia pela liberdade, os sonhos todos dentro do peito, e não conseguia castigar. mas maria é casada, e o marido e a sogra e os vizinhos e a sociedade toda, impunham que aquele filho de maria, o mais velho, tinha que tirar um curso superior e ter uma vida socialmente aceitavel. então a custo, e ao longo de mais anos do que o suposto, o filho de maria acabou uma licenciatura e desajustou-se de si mesmo, a vida que vivia era uma roupa que não lhe servia, vários tamanhos abaixo do seu. maria muitas vezes me perguntava - ana, como está o meu filho? dizes-me? - e o filho estava triste, e não há nada pior do que a tristeza de um filho. então maria e o marido de maria, a custo e lentamente, foram desamarrando as asas do filho e permitindo-lhe o sonho. o filho de maria e do marido de maria saiu por aí fora, fez-se à estrada, com a guitarra e a máquina fotográfica às costas, foi apanhar beringelas, colher cerejas, fazer vindimas, tocar nas ruas, tudo por esse mundo fora, e o que ele crescia em felicidade, a maria encorrilhava-se-lhe o coração, de preocupação. aos poucos, deixou de dormir em tendas, conseguiu uma auto-caravana, agora uma casinha junto ao mar, apanha flores comestíveis em estufas, expôs as fotografias de rua, encontrou um amor. 
hoje, escrevia eu à maria, como se escrevesse para mim mesma - já viste os caminhos que ele percorreu até se realizar? - é um sonho - disse-me ela. - é coragem - digo eu - é viver.
é por coisas assim que eu não sei educar os meus filhos.












8 comentários:

  1. ...educar nos dias de hoje é também um acto de coragem. Por isso Ana não digas tontices[risos]
    Bom dia, Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu não educo, Goti. vivo com eles.
      boa tarde :)

      Eliminar
  2. Educar os filhos (eu não os tenho) não me parece fácil. Fazes, acredito, o melhor. :)

    Quem me dera ter a coragem de ser "livre".
    Boa semana, ana. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quem me dera ter coragem para ser "livre", deep :)
      uma boa semana, também para ti.
      beijo

      Eliminar
  3. hoje em dia passei a educar um, por empréstimo.
    descobri que gosto de o fazer. e até levo jeito para a coisa.

    boa semana, Ana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e mãe é quem cria, Laura. não duvido de que sejas uma Mãe com letra grande :)
      boa semana para ti também

      Eliminar
  4. Fiquei comovida com este texto Ana, diz-me tanto....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é uma história de várias vidas que ainda está a acontecer. hoje vim aqui ler mais uma vez, para não me esquecer.
      beijo, Maria

      Eliminar