quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

feitiços









sabe que estive com ele? estive mesmo...
arregalo os olhos num sorriso entendendo bem o que ela quer dizer com mesmo
fiz aquilo com mel que o homem me ensinou...
e o banho de pétalas vermelhas, não se esqueça
as rosas saíram-me da boca sem que eu reflectisse. aquela mulher à minha frente, de sorriso aberto e olhos brilhantes, faz de tudo para atrair o seu homem. não quer saber de karma, de ética, de retorno. faz as mezinhas todas que sabe, acumula-as, alterna-as, não importa.
eu quero muito namorar com ele. ele tem casa, vida estável, sabe o que quer.
ela não tem dúvidas nem medos. os critérios são aqueles, e ela brilha perante a expectativa. e a vida dela corre, sabes?  terra sulcada com os dedos, alimento comido à dentada, sexo suado e gemido, homem apanhado com feitiços, braços enfiados no esterco, vida parida a ferros.

[e eu. eu gosto tanto dele, que até pensar nele eu faço com cuidado, para que o tanto que o quero, não o desvie do caminho que ele quer percorrer, tão longe de mim, tão dele, tão dela.]













16 comentários:

  1. no creo en brujas, pero que las hay, las hay

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. às vezes basta uma intençãozinha bem forte e pimba! como a mulher que todos os dias acende uma vela para que o casamento da filha não se desfaça e a coitada nem percebe porque não consegue separar-se do marido que a engana. coisas simples e pequenas :)

      Eliminar
  2. A Ana também tem o seu próprio feitiço, acredite.
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh, CC... eu aqui a tentar ficar disfarçada... :)
      beijo

      Eliminar
  3. As tuas palavras têm um feitiço dentro. E estas, disseram-me mais que muito.
    :)

    ResponderEliminar
  4. Há certos feitiços com os quais não podemos nem queremos lutar. Mas concordo, ana tens o feitiço das palavras. E o da doçura, parece-me :)

    ResponderEliminar